MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Transferências via PIX superam 1 bilhão mensais e ainda atinge recorde diário

O sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central atingiu recorde diário em fevereiro; transferências via PIX superaram 1 bilhão mensais

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 06/03/2022, às 19h12

O sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central atingiu recorde diário em fevereiro
O sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central atingiu recorde diário em fevereiro - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Uma das opções de pagamentos mais usadas pelos brasileiros, tem facilitado as transações bancárias no país. É que as transferências via PIX superam 1 bilhão, além de atingir o recorde diário na última sexta-feira (4). O meio eletrônico do Banco Central (BC) instantâneo, possibilita a transferência entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia.

De acordo com o Banco Central, os dados mais atualizados sobre o PIX, referentes a fevereiro, davam conta de 408,6 milhões de chaves ativas no Brasil. Desse total, 153 milhões eram aleatórias, 100,9 milhões com CPF, 87,8 milhões com número de telefone celular e 59,9 milhões com e-mail.

Transferências via PIX superam 1 bilhão mensais. Entenda 

Só para se ter uma ideia, apenas na sexta foram realizadas 58.531.277 operações em tempo real. Já em fevereiro, foram registradas 1,1 bilhão de transações. O que significa o maior número de operações desde dezembro do ano passado. 

Em relação aos cadastros de chaves no mês passado, as mais de 400 milhões são relativas a 122 milhões de usuários no país, o que representa 113,6 milhões de pessoas e 8,4 milhões de pessoas jurídicas, bem como empresas e associações civis. 

Saiba como evitar golpes no PIX. Aprenda 5 dicas

O número superior a 1 bilhão de transferências via PIX acende o alerta em relação a erros e golpes. O JC criou uma lista com alguns cuidados; veja:

  • Desconfie de contatos duvidosos pelo Whatsapp
  • Não clique em links enviados por e-mail ou aplicativos
  • Verifique links e remetentes de e-mails
  • Não compartilhe suas senhas bancárias com ninguém
  • Confira antes de cadastrar suas chaves PIX

Um golpe que tem acontecido com frequência é a clonagem de números de telefone e WhatsApp. Por isso, é preciso estar atento a pedidos de transferência de dinheiro ou transferência bancária por meio do aplicativo.

Não clicar em links enviados por e-mail ou aplicativos, pode evitar esse tipo de situação e previne a clonagem do celular da vítima. No caso dos links e remetentes de e-mails, torna-se necessário verificar esses endereços para evitar colocar seus dados em sites falsos ou enviá-los por e-mail para uma pessoa que pode agir de má fé. Por isso, a importância da verificação com muita atenção aos links e para quem você está realizando a transferência, bem como os e-mails respondidos.  

As chaves PIX precisam ser conferidas antes do usuário realizar a transferência, para evitar golpes. Além desse tipo de cuidado, é necessário antes de cadastrar uma chave PIX, certificar-se de que o usuário está em um canal oficial do seu banco, como o aplicativo, internet banking, agências físicas ou central de atendimento. 

* Com Agência Brasil 

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.