MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Aneurisma: veja uma das possíveis causas da morte de João Paulo Diniz

Empresário e atleta João Paulo Diniz morreu neste domingo (31). Além do infarto, há a suspeita de que ele tenha sofrido um aneurisma. Entenda essa condição

Glícia Lopes

Glícia Lopes

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 01/08/2022, às 13h50

Vaso sanguíneo dilatado por aneurisma
Vaso sanguíneo dilatado por aneurisma - iStock
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O empresário e grande entusiasta do esporte, João Paulo Diniz, filho do importante empresário brasileiro, Abílio Diniz, morreu neste domingo (31), vítima de um infarto. João Paulo foi encontrado morto no banheiro de casa, na cidade de Paraty, no Rio de Janeiro, após uma corrida. Ele tinha 58 anos e sofria de uma condição genética, responsável por uma das principais causas de morte entre atletas jovens. Há também a suspeita de que ele tenha sofrido um aneurisma.

Aneurismas têm ligação com doenças cardiovasculares, já que ocorre devido à dilatação anormal de um vaso sanguíneo. Isso leva ao risco do rompimento deste vaso, podendo causar uma hemorragia, levando a pessoa à morte em algumas situações. O aneurisma pode ocorrer em qualquer parte do corpo, como cérebro, coração, ou rim, por exemplo.

Essa doença é caracterizada pelo enfraquecimento ou alterações que formam uma espécie de bolsa em vasos sanguíneos. Os aneurismas costumam ser silenciosos e vão crescendo com o tempo, podendo até mesmo não romper ao longo da vida. Além disso, a condição afeta mais os homens.

+++ Abílio Diniz revela que João Paulo Diniz "não podia nem atravessar a rua correndo, sob pena de um ataque fulminante"

João Paulo Diniz sofria de uma doença congênita do coração

No livro “Abílio Diniz, caminhos e escolhas, o equilíbrio para uma vida mais feliz”, publicado em 2004, pela editora Elsevier, Abílio, pai de João Paulo Diniz, revelou que o filho sofria de uma “doença congênita no coração que costuma matar atletas”, segundo suas próprias palavras. Para ele, a notícia caiu com uma bomba na família, já que João Paulo era um apaixonado pela prática esportiva. No momento do diagnóstico o médico lhe orientou que não praticasse mais nenhum tipo de esporte, sob o risco de morrer.

As informações preliminares sobre a morte de João Paulo neste domingo apontam que ele foi encontrado morto no banheiro de casa após voltar de uma corrida. João Paulo tinha cardiomiopatia hipertrófica, doença genética caracterizada pelo crescimento excessivo do miocárdio, músculo do coração. No livro mencionado, Abílio escreveu que João Paulo “nem atravessar a rua correndo ele podia, sob pena de morrer de um ataque fulminante.” A doença da qual o atleta sofria é uma das principais causas de morte súbita entre atletas jovens.

A cardiomiopatia hipertrófica pode ser assintomática, bem como se manifestar por meio de insuficiência cardíaca refratária, quando não responde ao tratamento. Segundo informações do Hospital Albert Einstein, essa doença afeta uma a cada 500 pessoas. É considerada também uma das doenças genéticas do coração mais comuns.

A condição pode desenvolver um aumento da espessura do septo, parte que divide as cavidades do coração. Por isso, pode dificultar a passagem do fluxo sanguíneo, ocasionando complicações. Seus fatores de risco estão associados, principalmente, à condição genética, por isso não há como prevenir. No caso de João Paulo, ele nasceu com a doença.

+++ Conheça 7 sinais de problemas de coração para ficar atento

Suspeita de morte por aneurisma

Algumas informações iniciais sugeriram que João Paulo Diniz tenha sofrido um aneurisma, situação em que um vaso sanguíneo se expande, dilata em excesso e se rompe, provocando uma hemorragia interna. Como João Paulo sofria de uma doença cardiovascular, há a suspeita do aneurisma, embora a cardiomiopatia hipertrófica por si só seja fatal em alguns casos.

As principais causas do aneurisma estão relacionadas ao fator genético, podendo ser desenvolvido também a partir do tabagismo, alcoolismo e estilo de vida. Pessoas que sofreram traumas ou doenças vasculares estão mais sujeitas a terem a doença, como é o caso de João Paulo.

Esta condição costuma ser silenciosa a depender da região afetada. Entre os tipos mais comuns da doença estão o aneurisma cerebral, aneurisma da aorta abdominal e aneurisma de aorta torácica. Quando o vaso sanguíneo é rompido, o paciente pode apresentar dores intensas e agudas. Os sintomas podem variar de acordo com o tipo da doença, mas entre os sintomas em comum estão:

  • náusea;
  • vômito;
  • fraqueza;
  • dor de cabeça.

Por provocar hemorragia, os pacientes podem apresentar ainda sangramento excessivo, perda da consciência e dor abdominal aguda, devido à região afetada, sendo um dos pontos mais altos da manifestação da doença. Se identificada de forma precoce, a doença pode ter cura, com tratamento simples.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Saúde no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaques
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.