MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Câncer de colo do útero: conheça sinais e fatores de risco para o desenvolvimento da doença

O câncer de colo do útero é uma das principais causas de morte entre as mulheres e pode ser evitado. Saiba como identificar e evitar riscos de ter a doença

Glícia Lopes* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 20/07/2022, às 23h06

Médica apontando para objeto representa o sistema reprodutor feminino
Médica apontando para objeto representa o sistema reprodutor feminino - Freepik
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O câncer de colo do útero é o quarto principal câncer a afetar as mulheres. Além disso, está na quarta posição entre os cânceres que mais matam esse grupo. Diante disso, é importante adotar atitudes a fim de prevenir a doença que tem muitas chances de cura, com o diagnóstico precoce.

A principal causa do desenvolvimento desse tipo de câncer é a infecção pelo papilomavírus humano (HPV). Esta é a infecção viral mais comum do sistema reprodutivo. A maioria dos homens e mulheres com vida sexual ativa devem ser infectados pelo HPV. Quase todos os casos de câncer cervical, como também é conhecido o câncer de colo de útero, são atribuídos a alguns tipos de HPV, especialmente o 6 e o 11.

Dados levantados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) apontam que se espera para o ano de 2022 mais de 16 mil novos casos da doença, podendo afetar cerca de 15,38 mulheres a cada 100 mil. Dessas, mais de 6 mil podem morrer. Felizmente, o câncer de colo de útero progride lentamente em mulheres com a imunidade normal. São cerca de 15 a 20 para desenvolver tumores. Em mulheres com sistema imunológico comprometido o desenvolvimento é mais rápido, de 5 a 10 anos.

+++ Endometriose: entenda por que Anitta terá que passar por cirurgia após diagnóstico da doença

Como identificar câncer de colo de útero

Por ter o desenvolvimento lento, a examinação do sistema reprodutor feminino frequente pode reduzir as chances de desenvolver o câncer de colo de útero a até zero. Por isso, a principal forma de identificar possíveis lesões pré-cancerosas é por meio do exame preventivo, o Papanicolau.

Os primeiros indícios do risco de câncer de colo de útero são:

  • Manchas de sangue irregulares ou sangramento leve entre períodos menstruais;
  • Sangramento após a relação sexual;
  • Mancha ou sangramento pós-menopausa;
  • Aumento do corrimento vaginal, às vezes com mau cheiro.

Já se o câncer estiver num estágio mais avançado, é comum o surgimento de:

  • Dores persistentes nas costas, perna ou pélvis;
  • Inchaço de uma perna ou ambas;
  • Corrimento vaginal com mau cheiro e desconforto vaginal;
  • Perda de peso, fadiga e perda de apetite.

+++ Doenças raras: conheça 5 casos que intrigam a ciência

Como evitar o câncer de colo de útero

Como já mencionado, o exame regular é a principal forma de identificar possíveis lesões que podem desenvolver um câncer. Uma forma de evitar a infecção por HPV é tomando a vacina antes do início da atividade sexual, entre os 9 e 14 anos de idade. Meninos de 11 a 14 anos podem tomar a vacina. Alguns fatores de risco aumentam as chances de desenvolver o câncer cervical, como:

  • Sistema imunológico comprometido;
  • Infecção simultânea com outras ISTs, como herpes, clamídia, tricomoníase e gonorreia;
  • Ter muitos parceiros sexuais;
  • Não realizar os exames com frequência de, pelo menos, uma vez por ano;
  • Início precoce da atividade sexual;
  • Não ter tomado a vacina com idade entre 9 e 14 anos;
  • Histórico na família;
  • Tabagismo.

Tricomoníase: dose única ainda permanece eficaz para tratamento?

A tricomoníase é outra doença não viral que está entre as mais comuns do mundo. Como vimos, sua infecção recorrente pode ajudar a desenvolver o câncer de colo de útero. Para entender mais sobre a infecção, confira o artigo do Blog MedcelTricomoníase: dose única ainda permanece eficaz para tratamento?” Lá você também confere tudo sobre a área médica, como concursos, especialidades, títulos e notícias da categoria. Aproveite!

+++ Acompanhe as principais informações sobre Saúde no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaques
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.