MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

O que é o choque séptico que levou homem à morte após infecção por varíola dos macacos?

O homem de 41 anos com varíola dos macacos morreu nesta sexta (29), segundo o Ministério da Saúde, após um choque séptico. Entenda o que é esta condição

Glícia Lopes* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 29/07/2022, às 15h47

Profissional de saúde segurando tablet
Profissional de saúde segurando tablet - Freepik
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A notícia que o Brasil temia, após grande número de mortes pela pandemia de coronavírus no país, veio nesta sexta-feira (29). De acordo com o Ministério da Saúde, um homem de 41 anos, infectado pelo vírus monkeypox, responsável pelo novo surto de varíola dos macacos, morreu em Uberlândia (MG). Segundo o ministério, a causa da morte foi um choque séptico.

O homem fazia parte de um dos grupos de risco para a doença: os imunossuprimidos. Esse grupo é composto por pessoas que têm HIV/Aids; transplantados; pacientes oncológicos e de doenças autoimunes. As crianças também estão no grupo de risco, já que ainda estão formando o sistema imunológico.

Esta morte por varíola dos macacos no Brasil é a primeira fora do continente africano, onde a doença é endêmica (ocorre com maior frequência nesta região). O homem que veio a óbito tinha outras doenças além da varíola dos macacos e tratava um câncer, o que fez com que seu quadro se agravasse.

+++ Alimentos saudáveis: conheça 7 alimentos que dão energia e disposição para o trabalho

Choque séptico causou morte de homem com varíola dos macacos

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a varíola dos macacos é uma doença considerada leve, principalmente em comparação à varíola. Os sintomas, que incluem dores no corpo, febre, cansaço e bolhas na pele, costumam se resolver dentro de alguns dias. No entanto, pessoas com a imunidade baixa, comprometida por tratamentos como quimioterapia e infecções que alteram negativamente o sistema imunológico, estão mais sujeitas a desenvolverem casos graves da doença e, por vezes, ir a óbito.

O Ministério da Saúde informou em nota que a causa da morte do brasileiro, infectado pela varíola dos macacos, foi um choque séptico. Esta condição oferece um grande risco de morte, pois é caracterizada por uma infecção grave, que pode ser localizada em alguma parte do corpo ou afetar todo o organismo.

Alguns sintomas do choque séptico são:

  • pressão arterial baixa;
  • braços e pernas pálidos e gelados;
  • calafrios;
  • dificuldade respiratória;
  • diminuição da produção de urina;
  • confusão mental e desorientação também podem surgir.

Para tratar o choque séptico é necessária uma ação imediata da equipe médica, que envolve a oxigenação suplementar do paciente, além da aplicação de fluidos na veia, como antibióticos e outros medicamentos, já que a infecção generalizada ou localizada dessa natureza tem um efeito nocivo imediato.

*com informações da Agência Brasil

+++ Acompanhe as principais informações sobre Saúde no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaques
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.