MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Cartão do Auxílio Brasil não chegou? Saque com o do Bolsa Família!

Valor de R$ 400 do Auxílio Brasil pode ser sacado com o cartão do Bolsa Família ou via aplicativo Caixa Tem; não perca o prazo para efetuar o saque do benefício social

Mylena Lira | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 27/01/2022, às 21h01

Auxílio Brasil: Novo programa de transferência de renda
Auxílio Brasil: Novo programa de transferência de renda - Divulgação Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Hoje, 27 de janeiro de 2022, foi dia dos beneficiários que têm o Número de Inscrição Social (NIS) final 8 receberem o valor mínimo de R$ 400 do Auxílio Brasil. O pagamento mensal do benefício social começou no dia 18 e vai até o dia 31, seguindo o mesmo calendário utilizado anteriormente para o repasse do Bolsa Família - programa de transferência de renda substituído pelo atual.

O Governo Federal zerou a fila de espera pelo Auxílio Brasil ao incluir mais de três milhões de brasileiros entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022 no novo benefício, alcançando 17,5 milhões de família atendidas em todo o Brasil, conforme números a seguir:

  • 8,3 milhões de famílias na Região Nordeste;
  • 5 milhões de famílias no Sudeste;
  • 2,1 milhões no Norte;
  • 1,1 milhão no Sul; e
  • 893 mil no Centro-Oeste.

No entanto, algumas pessoas reclamam que ainda não receberam o cartão do Auxílio Brasil, gerado e remetido automaticamente em nome do responsável familiar. Segundo o governo, ao entrar no programa, são encaminhadas duas cartas da Caixa Econômica Federal, agente pagador, via Correios ao endereço informado durante o cadastramento. A primeira é um guia informativo e a segunda traz o cartão.

Não recebi o cartão do Auxílio Brasil

Quem não recebeu o cartão que permite sacar o valor integral do benefício ou fazer saques parciais não precisa se preocupar. Isso porque é possível sacar o Auxílio Brasil com o cartão do Bolsa Família, programa vigente até o ano passado.

Além disso, o beneficiário pode movimentar os recursos pelo aplicativo Caixa Tem que dá acesso à conta poupança digital na qual o dinheiro é depositado. Há a opção de pagar contas, fazer transferências, conferir extrato e outros serviços. As parcelas do Auxílio Brasil ficam disponíveis para saque por até 120 dias.

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

Fazem jus à ajuda financeira o seguinte grupo:

  • famílias em situação de extrema pobreza, com renda familiar mensal por pessoa igual ou inferior a R$ 105;
  • famílias em situação de pobreza, com renda familiar per capita mensal entre R$ 105,01 e R$ 210, desde que tenha gestantes, nutrizes ou pessoas com idade até 21 anos.

O Governo Federal considera como família o núcleo composto por uma ou mais pessoas que formem um grupo doméstico, com residência no mesmo domicílio e que contribuam para o rendimento ou que dele dependam para atendimento de suas despesas.

Para calcular a renda familiar mensal total basta somar os rendimentos brutos auferidos por todos os membros. Chega-se à renda per capita (por pessoa) dividindo a soma total pelo número de indivíduos da família.

Auxílio Brasil
17,5 milhões de família recebem o Auxílio Brasil - Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como se cadastrar para receber o Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil usa os cadastros do Bolsa Família e do Cadastro Único. As famílias que já recebiam o Bolsa Família foram automaticamente incluídas no novo programa, sem necessidade de recadastramento. O pagamento será efetuado sempre nos últimos 10 dias do mês, seguindo a ordem de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS).

Para integrar o CadÚnico basta comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo ou a um dos postos de atendimento do CadÚnico. É exigida a comprovação da situação de pobreza ou de extrema pobreza.

Obrigações do beneficiário do Auxílio Brasil

A permanência no programa dependerá de frequência escolar mensal mínima de 60% para crianças de 4 e 5 anos de idade, e de 75% para famílias com estudantes de 6 a 21 anos. As famílias também deverão cumprir o calendário nacional de vacinação, fazer o acompanhamento do estado nutricional de crianças com até 7 anos incompletos, e do pré-natal para as gestantes.

Se eu arrumar emprego fixo perco o Auxílio Brasil?

Não. No Bolsa Família, quando o beneficiário assinava a carteira de trabalho, ele perdia o benefício. No Auxílio Brasil, ele é estimulado a assinar a carteira e tem a permanência mínima de dois anos no programa.

Assim, os beneficiários que conseguirem emprego e tiverem aumento da renda familiar mensal por pessoa em valor que ultrapasse até duas vezes e meia a linha de pobreza, chegando a R$ 500 por pessoa, poderão permanecer no programa por mais 24 meses, antes de serem excluídos.

*Com informações do Ministério da Cidadania

++++Acompanhe as principais informações sobre os benefícios sociais no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.