MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Embaixador da China repudia ataque da Rússia contra a Ucrânia e se posiciona

Zhang Jun ao proferir discurso na reunião de urgência da Assembleia Geral da ONU se posicionou e repudiou os ataques da Rússia Contra a Ucrânia

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 28/02/2022, às 16h40

Embaixador da China repudia ataque da Rússia contra a Ucrânia e se posiciona
Embaixador da China repudia ataque da Rússia contra a Ucrânia e se posiciona - Divulgação - AFP
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O embaixador da China na ONU, Zhang Jun, ao proferir um discurso curto na excepcional reunião de urgência da Assembleia Geral da ONU, nesta segunda-feira (28), se posicionou ao repudiar o ataque da Rússia contra a Ucrânia. Ele também destacou que não é possível fazer qualquer concessão em nome da paz na qual um país invade outro mais fraco desrespeitando a legislação internacional.

“Todas as ações tomadas pela ONU e pelas partes relevantes da comunidade internacional devem priorizar a paz e a estabilidade e a segurança para todos. E diminuição das tensões. Também a facilitação de um acordo diplomático. A China não aprova nenhuma abordagem que exacerba tensões”, afirmou 

Ainda sobre o tema, Zhang Jun disse que é necessário proteger os civis e as estruturas civis. “Nós não podemos fazer concessões em termos da paz internacional e todos os países devem ter a sua integridade territorial e soberania respeitadas”, acrescentou. 

Rússia contra a Ucrânia: Bolsonaro culpa a Ucrânia por eleger um comediante 

Segundo informações na Ucrânia, 120 mil ucranianos já deixaram o país nas últimas 24 horas, a estimativa é de meio milhão de refugiados até o momento. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL) também se manifestou em relação à guerra da Rússia contra a Ucrânia. Em entrevista coletiva neste domingo (27) o chefe do estado brasileiro afirmou que será neutro nessa questão, ao dizer que cada país tem a sua justificativa ao conflito entre os países do Leste Europeu. 

Mesmo defendendo uma certa neutralidade, ao ser perguntado se o seu posicionamento tem relação com o relacionamento com o presidente russo Vladimir Putin, ele respondeu minimizando a guerra e criticando os ucranianos. 

“Eu acho que o povo confiou nele [no presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky] para traçar o destino de uma nação. Confiou a um comediante o destino de uma nação. Ele deve ter equilíbrio, segundo a população ucraniana, para tratar desse assunto. Tanto é que ele já aceitou conversar”, disse

Conheça o presidente da Ucrânia  

O comediante Volodymyr Zelensky foi eleito para liderar a Ucrânia, país com maior país em área territorial da Europa e terceiro maior produtor de grãos do mundo. Zelensky foi um dos principais comediantes da Ucrânia até o final de 2018, no ano seguinte ele tomou posse como presidente. Formado em direito, atuou e é reconhecido no humor após ter criado sua própria produtora. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.